22.7.13

Fanfiction "Live without Life" - 23º Capitulo

Olá boa noite a todos!

Hoje temos novo capítulo de "Live without Life", a continuação da fanfic "Blue Moon" de Tânia Dias. 
Irá ser postada também as Segunda-Feiras, por volta das 21h00.


ALEC POV 

Depois de dar os parabéns à Nessie subi para o meu quarto. Deitei-me enterrando a cabeça na travesseira. Qualquer dia fico maluco, simplesmente já não aguento estar a beira dela…olhar naqueles olhos verdes… Já viram aquele corpo? Nunca gostei tanto de nadar na minha vida… Aquelas curvas linda expostas, apenas com um pedaço de pano a proteger… Fechei os olhos e lembrei-me do seu corpo com aquele bikini preto e rosa…Deus me ajude para não enlouquecer.
Quando abri os olhos e estava no quarto dela, ela estava agarrada aos cobertores e toda encolhida. Tinha o rosto muito descontraído, ajoelhei-me ao pé da cama dela, de frente ao rosto dela.

- Parece um anjo. – Sussurrei muito baixo para não a acordar. Ela murmurou qualquer coisa na linguagem dos seus sonhos, e o seu rosto ficou triste. Os músculos do braço que estava descoberto contraíram-se. A pele dela começou a brilhar, e a sua expressão mostrava espanto. Depois mostrou receio, e eu quis abraça-la, protege-la… Depois mostrou um grande sorriso e ficou corada…

- És tão linda… - Sussurrei. Passei o polegar pela sua bochecha e depositei um beijo na sua testa. E voei para o meu quarto. Tomei um banho rápido e vesti uma roupa preta, para combinar com o meu mood. Olhei para o relógio, 4h da manha. Ainda tenho tempo, pensei. Abri a janela e saltei, corri o mais rápido possível com a ideia de ir embora, a cada passo que dava o meu coração apertava-se mais. Parei, já não aguentava mais, devia de estar a uns 100km de casa, mas eu queria ir mais longe, queria sair por uns dias no mínimo…clarear as ideias um bocado.
Sentei-me no chão, imagens da Tânia e do corpo dela, não saiam da minha cabeça. Ela a dormir, ela de vestido de baile, ela de bikini, ela a sorrir, ela nos meus braços…

- Raios! – Gritei e pontapeei uma árvore até esta se desfazer completamente. Mas porque é que eu estou assim? Afinal, eu não posso gostar da Tânia pois não? Respirei fundo, tenho que voltar. Corri até casa e entrei pela porta. Atirei-me para o sofá que esta no lado oposto ao da Tânia.

- Alec! Já não precisas de ir para a escola. – Falou mexendo no telemóvel. – Os Cullen vão ficar cá a cuidar da Nessie, mas eu vou. Também queres ir?

- Pode ser.

- Já tratei de vos por a ter as aulas todas juntas, para que não haja problemas. – Falou Esme. Raios, ao menos ia ter algumas aulas longe dela.

- Okay. – Falamos os dois. Ela levantou-se.

- Já que só vamos continuar nós os dois, temos que ir. – Falou e dirigiu-se para a porta, levantei-me e seguia-a. Entramos no meu carro, e dirigi até à escola em silêncio. As primeiras aulas passaram como sempre, até ao almoço não trocamos uma única palavra. Seguimos para a mesa do costume. Ela passou a mão pelos longos cabelos, e depois posou a cabeça na mesa, por cima dos seus braços… Toda a gente olhava para nós, por apenas nós termos aparecido. Vi aquele rapaz que gosta da Tânia, o Ricardo com os olhos pregados na nossa mesa, mais precisamente em mim.
Revirei os olhos, e vi a Tânia retesar o maxilar, os olhos tingiram-se de vermelho por uns segundos, levantou-se sem dizer uma palavra e saiu, deixando-me sozinho na cantina.
 -----------------------------------------------------------------------------------------

Para a semana há mais!

Sem comentários: