15.7.13

Fanfiction "Live without Life" - 22º Capitulo

Olá boa noite a todos!

Hoje temos novo capítulo de "Live without Life", a continuação da fanfic "Blue Moon" de Tânia Dias. 
Irá ser postada também as Segunda-Feiras, por volta das 21h00.


TÂNIA POV 

- Eu odeio ver as raparigas todas aos teus pés. – Ele ignorou o que eu disse e continuou: - Só se quer aproveitar de ti, é um daqueles meninos que tem de ter a rapariga mais bela da escola, para ficar mais popular. Ele não te merece…

- Eu também não o quero, eu quero-te a ti. – Sussurrei. – Mas talvez nos devêssemos afastar – O meu coração subiu até a boca. – Perceber se isto é real… - A minha voz perdeu-se.

- Eu não consigo ficar longe de ti… - Falou e colocou um caracol atrás da minha orelha, fazendo-me tremer ligeiramente, com o polegar acariciou a minha bochecha, fechei os olhos deliciando-me com aquela sensação. Quando os abri ele olhava-me com fascínio, corei.

- És tão linda… - Sussurrou, voltando a acariciar a minha bochecha. Usou a outra mão para fazer a mesma coisa, mas na outra bochecha. Não me segurei mais sem lhe tocar, com as mãos a tremer puxei-o para mim pela cintura. Eu já tremia, literalmente.

- Alec… - O que saiu foi praticamente um gemido, pus-lhe as mãos nas omoplatas, e puxei-o mais contra mim, mesmo assim não era o suficiente. Pegou no meu rosto com as mãos, e aproximou o dele do meu, senti o seu hálito no meu rosto.

- Só te quero a ti… Nenhuma rapariga humana ou vampira me importa, apenas a ti. Por mais bonitas que sejam, porque para mim, és perfeita. – Suspirou contra o meu rosto.

- E tu és o meu anjo. – Murmurei. Ele curvou a cabeça e… Abri os olhos e estava no meu quarto, respirava com dificuldade. Uma lágrima caiu pela minha cara, foi apenas um sonho. Mas pareceu tão real…
Queria que fosse real… Toquei na bochecha ao de leve com os dedos conseguia sentir o toque dele… Abanei a cabeça, levantei-me e dirigi-me à casa de banho.
Hoje é segunda, temos aulas. Vesti-me rapidamente. Desci e sentei-me no sofá.

- Olá! – Falei alegremente, embora não o estivesse.

- Olá. – Disseram todos. Olhei lá para fora ainda é cedo pensei.
 -----------------------------------------------------------------------------------------

Para a semana há mais!

Sem comentários: